Foração de Equipe do Departamento de Radiologia: Parte um

Reading Time: 9 minutes read

Os pontos fortes e fracos do treinamento cruzado da equipe do departamento de Radiologia

Por Ron Jones MSRS, RT (R, CT) ARRT.

Obs. do editor: esta é a primeira de uma série de duas partes sobre formação de equipes nos departamentos de Radiologia. Na primeira parte, analisamos os benefícios e o processo de treinamento cruzado de colaboradores atuais para preencher uma vaga.  Na segunda parte, analisamos os pontos fortes e fracos da contratação de novos talentos.

Quando você precisa substituir ou aumentar o número de tecnólogos radiológicos especializados, há duas opções. É possível optar por treinar um colaborador atual para o trabalho ou contratar um técnico especializado de fora. O que cada opção significa para o seu departamento de Radiologia? E qual é a melhor opção? Nesta série de duas partes, farei uma análise aprofundada das opções, seus pontos fortes e fracos e explicarei porque é uma ótima ideia treinar técnicos em radiologia para se tornarem tecnólogos de modalidades avançadas.

Ilustrações de dados e pessoas andando no fundo da imagem junto com o texto "Equipe de radiologia de treinamento cruzado: prós e contras"
O treinamento cruzado pode ser eficaz para aumentar o número de tecnólogos radiológicos especializados em seu departamento.

Pontos fortes do treinamento cruzado de técnicos em radiologia atuais

  • O treinamento interno aumenta a estima dos colaboradores, pois eles são recompensados por seu trabalho exemplar
  • Os colaboradores já conhecem o ambiente (sistemas de informática, locais dos departamentos, equipe etc.)
  • O treinamento cruzado promove o engajamento e a liderança dos colaboradores
  • A gerência é vista como disposta a investir na equipe, o que gera lealdade
  • Colaboradores tornam-se tecnólogos multimodalidade
  • O pagamento do treinamento permanece dentro da faixa da modalidade anterior, menor do que a contratação de um técnico experiente de fora
  • Uma vez licenciado, o salário do colaborador treinado, embora mais alto do que o salário anterior, ainda é mais baixo do que o de um novo colaborador experiente
Monitore a produtividade do seu departamento de radiologia com o Software de análise e relatórios administrativos da Carestream.

Pontos fracos do treinamento cruzado de colaboradores atuais

  • Cria uma lacuna na modalidade de origem do colaborador em treinamento (geralmente radiografias gerais)
  • Pode haver custos mais altos associados ao treinamento cruzado, dependendo da modalidade
  • Leva mais tempo para que o departamento obtenha a ajuda que precisa urgentemente
  • O colaborador recém-treinado pode partir para uma oferta mais vantajosa após a conclusão do treinamento

O que significa o treinamento cruzado de um colaborador?

O treinamento cruzado significa que você ensina a um colaborador atual as habilidades e responsabilidades de uma posição diferente dentro do seu departamento de Radiologia. É uma prática comum entre as empresas que desejam aumentar a eficiência de seus colaboradores, promovendo a lealdade e o crescimento na carreira. 

imagem de radiologistas sorrindo para a câmera e segurando um filme de raio-x
O treinamento cruzado recompensa técnicos radicais exemplares.

Ao longo dos anos, ele foi usado principalmente para assegurar o bom funcionamento das empresas, tendo alguém disponível para intervir quando um colaborador específico apresentava problemas no desempenho de sua função. A empresa permanece lucrativa mesmo quando os colaboradores-chave estão doentes, em férias ou saem da empresa. Ele também foi popularizado como uma maneira de reduzir custos, fazendo com que os colaboradores executem diversas funções, dependendo da demanda. Os colaboradores do turno da noite são um exemplo perfeito dos benefícios: eles são treinados em diversas modalidades e utilizados quando os volumes estão baixos. 

O treinamento cruzado também é útil quando uma seção está sobrecarregada devido a um aumento inesperado nos volumes. Quando um centro de trauma nível um é inundado por atendimentos em massa, os colaboradores treinados em diversas áreas podem passar de uma modalidade para outra, conforme necessário. 

Tecnólogos radiológicos certificados podem, portanto, receber treinamento para se tornarem proficientes e licenciados em diversas modalidades diferentes ao longo de todo o departamento.  

Os colaboradores devem ser remunerados durante o treinamento cruzado?

Tudo depende da instituição. Os colaboradores podem ser remunerados durante o treinamento no trabalho.  É a melhor opção para os colaboradores em treinamento, pois facilita a transição, principalmente de um ponto de vista financeiro. Os colaboradores também podem precisar ser pagos devido à política do empregador. Em muitas instituições, não é permitido que tecnólogos vejam as informações do paciente ou tenham contato com pacientes caso eles não sejam parte da equipe de trabalho. No entanto, algumas instituições conseguem realizar treinamentos durante o turno da noite, quando o volume de pacientes é menor. O treinamento de um técnico de radiografia para realizar CT (tomografia computadorizada) quando não há radiografias a serem realizadas faz sentido financeiramente, mas pode dificultar o aprendizado de conceitos pelo colaborador em treinamento, pois ele é constantemente chamado de volta ao departamento original toda vez que um novo exame é solicitado. 

radiologista feminina mais velha ensinando equipes de radiologia mais jovens
Quando os funcionários são treinados em cruzamentos, eles podem preencher facilmente quando os funcionários estão doentes ou em férias.

Os colaboradores não são remunerados se treinarem como estudantes durante estágio médico fora do turno de trabalho. As universidades médicas dos estudantes são próximas ao trabalho voluntário e o estudante é regido pelas políticas da instituição de ensino. Há circunstâncias em que os hospitais podem contratar estudantes antes que eles concluam seus estudos. Nesse caso, eles são colaboradores contratados que também estão terminando suas horas de residência clínica. 

Os administradores gostam de universidades médicas, pois eles permitem um período de avaliação do potencial candidato a emprego. Universidades médicas são conhecidos por serem pseudoentrevistas de emprego.

Por que você deve treinar seus colaboradores?

Nunca houve um momento melhor para oferecer treinamento. Seus colaboradores formam um conjunto de recursos com alto potencial. O treinamento cruzado utiliza esse potencial para fazer com que o  departamento cresça ainda mais.

Se aguardar muito tempo para realizar treinamentos, você pode acabar em uma situação na qual sua equipe atual estará sobrecarregada e descontente com a falta de colaboradores. Com o treinamento cruzado adequado, você pode deixar que seus colaboradores-chave tirem férias sem problemas, enquanto alguém executa a função deles durante esse período. A eficiência é alcançada, pois todos os colaboradores estarão desempenhando seu potencial total.

O treinamento cruzado não aborda somente os desafios atuais, mas também protege seu departamento contra problemas no futuro. Você conseguirá manter a produtividade quando um colaborador-chave decidir sair da empresa ou tiver que ser demitido devido a qualquer motivo, pois outro colaborador treinado nesse campo poderá ser convocado imediatamente. Isso também se aplica a acidentes, problemas de saúde ou quaisquer outras circunstâncias inevitáveis que podem deixar uma modalidade sem um tecnólogo e com equipe insuficiente. Com o treinamento cruzado, você estará sempre preparado para o futuro e permitirá aos seus colaboradores uma mobilidade ascendente no emprego.

imagem de uma entrevista de emprego
Uma desvantagem: o estagiário cruzado quase não terá experiência na nova modalidade, em oposição a alguém de fora que pode ter anos de experiência.

Adicionalmente, o treinamento cruzado oferece os seguintes benefícios:

  • Eleva a estima
  • Os colaboradores já se conhecem
  • Mais barato a longo prazo
  • O colaborador já conhece seus registros médicos eletrônicos (Electronical Medical Records, EMR), políticas e procedimentos
  • Recompensa a equipe pela lealdade e trabalho árduo
  • Abre um nova posição de trabalho
  • Treina futuros treinadores
  • Melhora a segurança no trabalho

Pontos fracos do treinamento cruzado

Custo do treinamento

Caso precise contratar para a posição em aberto, estará pagando o colaborador em treinamento e o novo profissional. No entanto, isso será neutro para o seu orçamento. Antes da necessidade de treinamento cruzado, você já estava pagando alguém para trabalhar na modalidade avançada. Se houver múltiplas necessidades simultaneamente em uma modalidade avançada, você não conseguirá preencher todas as necessidades com treinamento cruzado. Será preciso contratar externamente para que o departamento volte a ficar operacional. Você simplesmente não terá tempo para treinamento.

Menos experiência 

O colaborador em treinamento cruzado quase não terá experiência como especialista na área, em comparação com alguém novo que pode ter anos de experiência na área no momento da contratação. 

Concorrência prejudicial

Como na maioria das promoções, pode surgir uma concorrência prejudicial entre os colaboradores. Os tecnólogos registrados com experiência na modalidade em que você deseja realizar o treinamento cruzado também podem se sentir ameaçados pelas novas contratações, o que pode impactar negativamente a produtividade.

Não deixe de acessar o Everything Rad para ler a segunda parte.

Em sua opinião, qual é a melhor opção para preencher vagas na equipe de radiologia: treinamento cruzado ou novas contratações? Adoraria ouvir suas experiências.

Saber Mais:

Ron Jones MSRS, RT (R, CT) ARRT é tecnólogo, administrador, palestrante convidado e mentor. Ele trabalha na área da saúde há mais de 25 anos. Um flebotomista que atua como técnico em radiologia, ele é treinado em radiografias, CT, US e RM. Na última década, ele se concentrou na administração de exames de imagem. Ele é apaixonado por compartilhar seu conhecimento e ajudar a orientar novos técnicos em radiologia ou outros interessados no campo da Radiologia. Acesse seu blog, O tecnólogo radiológico.

POST A COMMENT

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.