O fluxo de trabalho totalmente digital do hospital Rochester General combinado com médicos aprimorados e com a satisfação do cliente com 11% de ganhos de lucro

Por mais de 160 anos, o Rochester General Hospital (RGH), uma instalação de atendimento terciário com 528 leitos, foi o principal fornecedor de serviços de saúde na comunidade de Rochester. Como receptor de mais de uma dúzia de prêmios de qualidade e reconhecimento apenas nos últimos sete anos, incluindo seis indicações como Melhor dos 100 hospitais cardíacos da Solucient, o Rochester General é conhecido por seu comprometimento com melhora do desempenho. Além de reconhecer o RGH por seu atendimento de alta qualidade ao cliente, a Solucient também citou o hospital por eficiência operacional, o que melhorou sua posição financeira e contribuiu para o seu sucesso.

Rochester General

Como parte do seu comprometimento contínuo com o aprimoramento da qualidade, o hospital se concentrou recentemente na melhora do fornecimento de serviços radiológicos. Isso foi beneficial para o hospital, para os médicos e—o mais importante—para os pacientes. O RGH foi convertido dos sistemas de imagens baseados em filme- e papel-para o KODAK RIS/PACS integrado (sistemas de informações radiológicas/arquivamento da imagem e sistema de comunicações) que promove e aprimora todos os estágios do processo de exame do registro do paciente e do agendamento de exames para a visualização, armazenamento e distribuição dos estudos e relatórios da geração de imagens. A implementação do RIS/PACS estimulou a produtividade interna e aumentou os níveis de satisfação dos pacientes e dos médicos.

Melhoras significativas em menos de um ano  

Menos de um ano após a implementação do RIS/PACS integrado, parte das soluções radiológicas da KODAK CARESTREAM, os resultados são impressionantes:

  • O rendimento é de até 11%, devido em parte à maior eficiência e ao agendamento de salas pelo RIS/PACS, que impulsionou o crescimento nas modalidades como, por exemplo, CT e ultrassom
  • A reação dos médicos solicitantes indica que a satisfação é muito maior, já que os relatórios radiológicos são elaborados em no máximo uma hora
  • Os pacientes internos se beneficiam de um processo mais eficiente com tempos de espera reduzidos e os pacientes externos agora são agendados repetidamente para os exames de geração de imagens no mesmo dia

O fluxo de trabalho totalmente digital começa com a programação centralizada que promove o agendamento de exames, incluindo exames intervencionais e outros procedimentos especializados que exigem a disponibilidade do médico. Esse processo eficiente também beneficia os pacientes, já que os tempos de espera durante os exames foram reduzidos e os vários planejadores estarão disponíveis para organizar as consultas em até 24 horas após a solicitação, se necessário.

Todos os exames radiológicos no hospital Rochester General agora são conduzidos de forma digital usando os sistemas de radiografia computadorizada (CR) KODAK DIRECTVIEW CR 850 e CR 950 computed radiography (CR) no conjunto de operações, no CTI e por todo o departamento, assim como o sistema de radiografia digital (RD) KODAK DIRECTVIEW DR 9000 que atende o departamento de emergência.

As imagens desses sistemas e todas as outras modalidades de geração de imagens são transmitidas para o PACS em segundos, prontas para visualização e para leitura. O acesso rápido às imagens em cópia eletrônica é a base do PACS—e seus benefícios são mais evidentes no CTI e no ED, onde as imagens podem ser visualizadas imediatamente em resposta às situações de emergência, permitindo a elaboração mais rápida de diagnósticos, que pode afetar significativamente o atendimento ao paciente.

A integração cria eficiências em todo o sistema

A integração rígida dentro do conjunto RIS/PACS aprimora a produtividade e proporciona maior conveniência à equipe de radiologistas e outros clínicos do hospital Rochester General. Após a entrada inicial, os médicos podem acessar instantaneamente o RIS/PACS completamente integrado sem precisarem suportar os diversos logins no sistema e uma série de janelas especificas de cada aplicação.

Para o RGH, existem benefícios além da conquista de eficiências dentro do departamento, a comunicação coesiva notável que promove as funções auxiliares também. O RIS/PACS é integrado com o sistema de informações do hospital, com o sistema de registros médicos e com os sistemas de laboratório e de cobrança. O acesso em tempo real ao status de procedimentos faturados e não faturados melhorou a conveniência da cobrança. No passado, nem sempre era fácil cobrar por procedimentos, já que as faturas poderiam ser perdidas ou enviadas por engano ou não eram enviadas dentro dos limites de tempo aceitos pelas transportadoras de seguro.

Um fluxo de trabalho eletrônico levou a uma alocação mais eficiente dos codificadores nos finais de semana ao re-planejamento do processo de cobrança. Os códigos do procedimento são adicionados pelos programadores e confirmados, ou algumas vezes alterados, pelos técnicos. Todas as informações de cobrança são verificadas pela equipe de cobrança do departamento quanto à compatibilidade dos códigos do procedimento com o relatório ditado. Isso é suplementado pelas equipes de registros médicos que revisa os códigos especializados dos procedimentos invasores. Sem seguida, as informações são transferidas continuamente entre o RIS e o sistema de cobrança, para que as faturas precisas de todos os procedimentos possam ser geradas rapidamente.

Informações precisas possibilitam o melhor gerenciamento 

A elaboração de relatórios abrangentes—realizados por meio de um menu de relatórios padronizados e da capacidade de gerar relatórios para um determinado fim—permitem que o hospital Rochester General utilize melhor seu pessoal e seus equipamentos. Os volumes de estudo da geração de imagens são visualizados por sala e por modalidade para que se possa determinar se a sala foi pouco ou muito utilizada. As tarefas da equipe são desenvolvidas para corresponder ao agendamento diário, que promove simultaneamente a produtividade e a satisfação do cliente.   

O RIS/PACS também fornece informações sobre a geração de imagens de pacientes externos que permitem que a equipe determine o número de pacientes enviado para cada médico solicitante e os tipos de estudos de geração de imagem solicitados. As informações detalhadas sobre os volumes de paciente de cada modalidade agora conduzem os investimentos de capital e possibilitaram um processo aprimorado de tomada de decisões com relação à expansão de capacidades. O agendamento de ajustes e a re-alocação das salas de exame feitas como o resultado dos relatórios do RIS/PACS, ajudou a estimular um aumento de 20% no volume de modalidades como, por exemplo, ultrassom e CT.

A geração de imagens de pacientes externos é uma área especialmente competitiva e que proporcionará ganhos contínuos de rendimento. O processo de agendamento simplificado do hospital permite o agendamento no mesmo dia para a maioria dos pacientes, além de ser muito mais eficiente no gerenciamento de procedimentos intervencionais que exigem médicos e equipamentos específicos. 

As vantagens da solução para geração de imagens digitais do hospital foram observadas meses após a instalação—e continuarão gerando melhoras na produtividade, no rendimento e nos serviços. É importante observar que o impacto de um fluxo de trabalho digital eficiente vai muito além do departamento de radiologia. Ele molda da reputação do hospital dentro da comunidade local melhorando significativamente os serviços para os médicos solicitantes e para os seus pacientes. No Rochester General Hospital, essa melhora da qualidade de serviços é aspirada todos os dias pela equipe.